Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 8 Jan (Reuters) – As taxas dos contratos futuros
de juros passavam por correção tímida e subiam nesta
segunda-feira, acompanhando o movimento do dólar ante o real,
com a agenda esvaziada jogando a expectativa dos agentes para
indicadores ao longo da semana.
"Os DIs devem exibir flutuações modestas, com os vencimentos
mais curtos especulando sobre nova surpresa positiva da
inflação, alimentando possível extensão do corte da Selic até
março", trouxe a SulAmérica Investimentos em relatório.
Na próxima quarta-feira, será divulgado o resultado do IPCA
de dezembro e 2017 fechado. A expectativa de economistas ouvidos
em pesquisa Reuters é de elevação de 0,30 e 2,80 por cento,
respectivamente, abaixo do piso de 3 por cento da meta oficial
de inflação.
"Somente um resultado improvável acima de 0,5 por cento
garantiria o piso da meta e evitaria que o Banco Central gerasse
a famosa carta para explicar por que não foram atingidas as
metas", trouxe a gestora Infinity em comentário.
Em meses recentes, a inflação surpreendeu e trouxe
resultados abaixo do esperado, o que levou boa parte do mercado
a precificar que o BC continuaria reduzindo a Selic ainda mais.
Por enquanto, a precificação da curva a termo mantinha em
cerca de 90 por cento as chances de corte de 0,25 ponto
percentual da Selic no mês que vem, próximo encontro do Comitê
de Política Monetária (Copom) do BC, segundo dados da Reuters. O
restante indicava manutenção.
Para a reunião de março, as apostas de novo corte de 0,25
ponto também continuavam em 40 por cento, com o restante vendo
manutenção, segundo operadores. Atualmente, a Selic está em 7
por cento ao ano, menor nível histórico.
O dólar operava com tímidas elevações ante o real
neste pregão, em linha com o movimento no exterior e também com
correção, mas sem muito entusiasmo para posições mais ousadas.
Diante disso, os juros futuros também mostravam correção. Na
semana passada, a taxa do DI com vencimento em janeiro de 2021
, um dos mais líquidos, recuou 0,17 ponto percentual.
Como pano de fundo, as atenções seguiam voltadas para a
votação da reforma da Previdência, em fevereiro, na Câmara dos
Deputados. Na semana passada, o ministro da Secretaria de
Governo, Carlos Marun, disse que ainda faltavam pelo menos 50
votos para o governo chegar ao mínimo necessário.
Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 10:51:

mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
APR8 6,731 6,733 -0,002
JAN9 6,82 6,795 0,025
JAN0 8,02 7,99 0,03
JAN21 8,93 8,89 0,04
JAN23 9,8 9,79 0,01

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia