Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 14 Fev (Reuters) – As taxas da maioria dos
contratos futuros de juros recuavam nesta quarta-feira, seguindo
a queda do dólar frente ao real e a cena externa, numa sessão de
baixo volume e que será pela metade na volta da folga do
Carnaval, que manteve os mercados fechados por dois dias.
"Na segunda e terça-feiras, (o mercado) foi muito bom lá
fora, então o local aqui precisa ajustar", afirmou o operador de
uma corretora local. Nestes dois dias, por exemplo, os mercados
acionários nos Estados Unidos fecharam em alta.
Recentemente, os mercados globais viveram dias de forte
aversão ao risco diante dos temores de que o Federal Reserve,
banco central norte-americano, possa elevar os juros mais
rapidamente do que o esperado diante de sinais de mais inflação.
Pela manhã, foi divulgado que a inflação ao consumidor nos
Estados Unidos avançou mais do que o esperado em janeiro, mas
que o varejo na maior economia do mundo surpreendeu e caiu no
mês passado.
Assim, os juros futuros nos Estados Unidos continuavam
precificando quase 90 por cento de chances de o Fed elevar os
juros em março, próximo encontro do banco central, e cerca de 20
por cento de que elevará a taxa 4 vezes neste ano. A própria
autoridade monetária prevê três altas.
O dólar caía mais de 1 por cento sobre o real,
movimento que tende a tirar pressão inflacionária e também
ajudava as taxas dos DIs a caírem nesta sessão.
Os investidores também continuarão de olho na cena interna,
sobretudo com a publicação da ata do Comitê de Política
Monetária (Copom) do Banco Central na manhã seguinte, e esforços
do governo para aprovar a reforma da Previdência no Congresso
até o final deste mês.
Na semana passada, o BC cortou a Selic para o piso histórico
de 6,75 por cento ao ano e sinalizou que o ciclo de afrouxamento
monetário deve acabar no mês seguinte, mas ressalvou que
mudanças na evolução do cenário e do balanço de riscos poderia
levar a uma redução adicional.
O BC divulgará a ata do Copom nesta quinta-feira, às 8:00, e
o mercado vai se debruçar em busca de maiores informações sobre
a condução da política monetária.
Pesquisa Focus do BC, que ouve uma centena de economistas
toda a semana, mostrou que as projeções são de manutenção da
Selic neste ano, inclusive dentro do Top 5, grupo que mais
acerta as previsões.
Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 13:42:
mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
APR8 6,62 6,625 -0,005
JAN9 6,69 6,725 -0,035
JAN0 7,92 7,98 -0,06
JAN21 8,81 8,9 -0,09
JAN23 9,59 9,68 -0,09

(Por Patrícia Duarte; Edição de Iuri Dantas)
(([email protected]; +55 11 5644-7732; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia