Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 12 Jun (Reuters) – As taxas dos contratos futuros
de juros operavam com leves variações nesta terça-feira, de olho
na trajetória do dólar ante o real e em meio à atuação conjunta
do Tesouro Nacional e Banco Central nos mercados, enquanto os
investidores aguardavam a decisão de política monetária do
Federal Reserve, banco central norte-americano, no dia seguinte.
"O índice cheio (de inflação) segue acima da meta do Fed de
2 por cento, mas a expectativa no curto e médio prazo é que a
inflação corra próximo da meta, como indicado pelo núcleo",
trouxe a corretora CM Capital Markets em relatório, lembrando
que números mais fortes de inflação tendem a elevar as apostas
de quarta elevação dos juros em 2018.
Mais cedo, foi divulgado que o índice de preços ao
consumidor dos Estados Unidos de maio subiu 0,2 por cento,
dentro do esperado.
O Fed acompanha uma medida de inflação diferente, que está
um pouco abaixo da meta de 2 por cento. A autoridade deverá
aumentar a taxa de juros pela segunda vez este ano na
quarta-feira.
Os economistas estavam divididos sobre se sinalizará mais um
ou dois aumentos dos juros em seu comunicado. Taxas elevadas têm
potencial de atrair aos Estados Unidos recursos aplicados em
outras praças financeiras, como a brasileira.
Os investidores, desta forma, vão observar muito de perto o
comunicado do Fed e a entrevista do seu chair, Jerome Powell, de
onde podem surgir pistas sobre a trajetória dos juros neste ano.
O miolo da curva a termo dos juros doméstica tem se destoado
do restante desde a véspera, com leves elevações, uma vez que o
presidente do BC brasileiro, Ilan Goldfajn, tem dito que não
pretende elevar os juros neste momento, o que acaba empurrando
para a frente um aumento das taxas.
"Caso o dólar se estabilize abaixo de 3,90 até a próxima
reunião (do BC, na semana que vem), os juros deverão ficar no
mesmo patamar", afirmou o gestor de uma administradora de
recursos do Rio de Janeiro. "Um choque de juros só seria
necessário caso o dólar ultrapassasse 4 reais de maneira
rápida", acrescentou.
Nesta sessão, o dólar era negociado em baixa,
rondando o patamar de 3,70 reais, com a ação do BC no mercado de
câmbio ajudando no movimento.
A curva a termo de juros, no entanto, seguia precificando
apostas majoritárias de alta da Selic de 0,25 ponto percentual
na semana que vem, com o restante indicando manutenção, segundo
dados da Reuters, devido às recentes turbulências vividas pelo
mercado. A taxa básica de juros está em 6,50 por cento ao ano.

O Tesouro realizou novamente nesta sessão leilão de compra e
venda de notas do Tesouro Nacional série F (NTN-F) em 4
vencimentos, com oferta de até 1,5 milhão e até 300 mil,
respectivamente.
Não vendeu nenhum papel e comprou apenas 120 mil títulos, a
maioria de papéis com vencimento em 2029 , que
saiu com taxa de 11,69 por cento, ante consenso de 11,78 por
cento.
Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 12:06:
mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
JUL8 6,465 6,494 -0,029
JAN9 7,135 7,19 -0,055
JAN0 8,66 8,65 0,01
JAN21 9,73 9,66 0,07
JAN23 11,21 11,14 0,07

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia

Join the Conversation