Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 14 Jun (Reuters) – As taxas dos contratos futuros
de juros registravam leves oscilações nesta quinta-feira, de
olho na trajetória do dólar ante o real e após o Banco Central
Europeu (BCE) ter anunciado que vai acabar com seu enorme
programa de estímulo via compra de títulos, mas que isso não
significava juros mais elevados no curto prazo.
"A sinalização mais 'dovish' quanto aos juros deve ter um
impacto mais relevante", comentou a corretora Coinvalores em
relatório.
O BCE anunciou que vai encerrar o programa de compra de
títulos de 2,55 trilhões de euros no final do ano e informou que
os juros permaneceriam inalterados até o verão de 2019 (no
hemisfério Norte).
De outubro a dezembro, o BCE planeja comprar 15 bilhões de
euros em títulos por mês e fechar o esquema no fim de 2018.
A decisão do banco europeu vem um dia depois de o Federal
Reserve, banco central norte-americano, ter anunciado que
pretende elevar os juros quatro vezes neste ano, ambas decisões
com implicações sobre o fluxo global de recursos e impacto sobre
países emergentes, como o Brasil.
O dólar operava em queda ante divisas de países emergentes.
Sobre o real, a queda também era estimulada pela ação no Banco
Central brasileiro, que anunciou leilão de até 40 mil novos
swaps cambiais tradicionais –equivalentes à venda futura de
dólares– para este pregão.
Além do BC, o Tesouro Nacional também dava continuidade à
sua atuação por meio de leilões de compra e venda de Notas do
Tesouro Nacional série F (NTN-F). Mais uma vez, oferta será de
até 1,5 milhão de papéis para compra e até 300 mil para venda,
nos vencimentos 2023, 2025, 2027 e 2029.
As taxas dos DIs intermediários, no entanto, abandonaram a
trajetória de baixa vista mais cedo e subiam, com algum fluxo
comprador em meio ao risco eleitoral.
A precificação da curva a termo continuava indicando apostas
majoritárias de alta de 0,25 ponto percentual da Selic na
próxima semana, com o restante indicando manutenção, segundo
dados da Reuters. A Selic está em 6,50 por cento ao ano.

Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 10:47:
mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
JUL8 6,53 6,502 0,028
JAN9 7,24 7,23 0,01
JAN0 8,9 8,88 0,02
JAN21 9,94 9,94 0
JAN23 11,32 11,35 -0,03

MetaTrader 300×250

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia

Join the Conversation