Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 4 Jun (Reuters) – As taxas dos contratos futuros
de juros operavam com leves oscilações nesta segunda-feira, com
os trechos curto e intermediário acompanhando a trajetória de
baixa do dólar ante o real em dia de maior busca pelo risco no
mercado externo.
O trecho mais longo, por sua vez, sentia mais intensamente a
cautela com o cenário doméstico, com os investidores bastante
atentos aos desdobramentos da substituição de Pedro Parente por
Ivan Monteiro na presidência da Petrobras e à
possibilidade de mudança na política de preços da estatal, após
a greve dos caminhoneiros.
"Em meio às paralisações e mudanças na Petrobras, uma coisa
é clara: o governo está fragilizado e será difícil avançar com a
pauta econômica às vésperas das eleições de outubro", escreveu a
corretora Guide em relatório.
A paralisação dos caminhoneiros, encerrada na semana
passada, provocou ainda repercussões na economia, levando os
especialistas consultados na pesquisa Focus do Banco Central a
reduzirem suas previsões de crescimento para este ano, a 2,18
por cento, de 2,37 por cento antes.
A previsão para a Selic, no entanto, seguiu em 6,50 por
cento. A curva a termo de juros precificava, segundo dados da
Reuters, 61 por cento de chances de manutenção da taxa nesse
patamar, enquanto 39 por cento indicava alta de 0,25 ponto
percentual.

BUSCA POR RISCO
O dia de maior busca pelo risco no mercado externo diante de
dados econômicos positivos ao redor do mundo e redução das
preocupações políticas na Itália fazia o dólar cair ante o real
e contribuía para o recuo dos DIs mais curtos nessa sessão.
O Tesouro realizou nesta sessão mais um leilão de Notas do
Tesouro Nacional série F (NTN-F) com oferta de até 1,5 milhão de
papéis. E, repetindo o que já havia ocorrido na sexta-feira,
também não recomprou nenhum dos papéis.
"Parece que nesses níveis o mercado está satisfeito em ficar
com os papéis", arriscou um gestor da mesa de renda fixa de uma
corretora local.

MetaTrader 300×250

Vejas as taxas dos principais contratos de DIs às 12:06:

mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (%) (p.p.)
JAN9 6,725 6,747 -0,022
JAN0 7,65 7,673 -0,023
JAN21 8,8 8,814 -0,014
JAN23 10,6 10,574 0,026

(Edição de Camila Moreira e Iuri Dantas)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia