Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 5 Jun (Reuters) – Os contratos futuros de juros
subiam nesta terça-feira, influenciados pelo avanço do dólar
ante o real e após mais uma pesquisa de intenção de voto mostrar
que candidatos à Presidência vistos pelo mercado como favoráveis
a reformas não decolaram ainda.
"Não tem um reformista liderando e há um esquerdista
avançando", afirmou o profissional da mesa de renda fixa de um
banco nacional.
Levantamento do DataPoder360 mostrou que o candidato à
Presidência Ciro Gomes (PDT) estava na segunda posição, atrás de
Jair Bolsonaro (PSL), com Geraldo Alckmin (PSDB), visto pelo
mercado como candidato com perfil reformista, sem decolar.

Além disso, a pesquisa mostrou o ex-prefeito de São Paulo
João Doria, também do PSDB, como um dos possíveis candidatos,
mas também sem força.
Os mercados financeiros temem que assuma um governo com
menos preocupação em dar continuidade ao ajuste fiscal, em meio
aos sucessivos déficits primários que o país tem registrado nos
últimos anos.
E esse cenário pode ficar ainda mais sensível para os
investidores no curto prazo. Depois de cortar o preço do diesel
por meio de subsídios para atender um dos pleitos dos
caminhoneiros, que paralisaram o país por mais de dez dias em
maio, o governo criou um grupo para estudar a redução de preços
outros combustíveis, sem interferir na política de preços da
Petrobras.
Uma primeira conta feita pelo Planalto aponta para 30
bilhões de reais até o final do ano o custo de adotar para
gasolina a mesma política feita para o diesel.
O avanço dos DIs também era impactado pela alta do dólar
ante o real nesta terça-feira, que chegou a ir ao nível de 3,80
reais e levar o Banco Central a atuar com mais força no mercado.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

O Tesouro Nacional realizou nesta sessão seu último leilão
de recompra de Notas do Tesouro Nacional série F (NTN-F), com
oferta de até 1,5 milhão de papéis. Diferentemente dos dois
anteriores, quando não adquiriu nada, agora comprou 401 mil
títulos do total.
O papel com vencimento em 2027 < NTF010127=ANDS> foi o que
teve a maior recompra, de 300 mil, e saiu com taxa de 11,47 por
cento, abaixo do consenso de 11,48 a 11,50 por cento. O DI com
esse vencimento subia 0,33 ponto percentual.
A curva a termo de juros precificava, segundo dados da
Reuters, chances praticamente divididas de manutenção da Selic
em 6,50 por cento e aumento de 0,25 ponto percentual neste mês,
quando o Comitê de Política Monetária (Copom) se reúne
novamente.
Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 12:36:

mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
JUL8 6,43 6,43 0
JAN9 6,775 6,712 0,063
JAN0 7,77 7,623 0,147
JAN21 8,9 8,764 0,136
JAN23 10,8 10,574 0,226

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia