Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 4 Jan (Reuters) – As taxas dos contratos futuros
de juros operavam com leves elevações no trecho mais longo nesta
quinta-feira, corrigindo parte do forte recuo das últimas
sessões e em meio à pressão do leilão de títulos do Tesouro, o
primeiro do ano.
"Tivemos uma melhora forte dos ativos no começo do ano… é
natural alguma correção", afirmou o sócio-gestor da gestora Leme
Investimentos, Paulo Petrassi, ao acrescentar que o leilão de
títulos também traz pressão à curva de juros.
A taxa do DI com vencimento em janeiro de 2021 , um
dos mais negociados, recuou 0,21 ponto percentual nos dois
primeiros pregões de janeiro.
Os investidores devolveram nos últimos dias o hedge feito no
final do ano para eventual rebaixamento da nota de rating do
Brasil, depois que a votação da reforma da Previdência foi
adiada para fevereiro.
Nesta quinta-feira, o movimento de correção ainda contava
com a pressão do leilão de títulos públicos, o primeiro que o
Tesouro faz neste ano. Irá ofertar até 3 milhões de Notas do
Tesouro Nacional-série F (NTN-F) com vencimento em janeiro 2029,
papel estreante, em meio à estratégia de ter mais flexibilidade
na oferta de títulos prefixados num ano que será marcado pelas
eleições presidenciais.
O Tesouro optou fazer leilões semanais de NTN-F,e não mais
quinzenalmente.
"O Tesouro testa a demanda pelo papel estreante em meio ao
menor nível da curva dos últimos meses", afirmou o operador da
Renascença Corretora Luís Felipe Laudísio, em relatório.
O trecho mais curto exibia viés de baixa, com a continuidade
da leitura de que haverá corte de juros básicos no próximo
encontro de do Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco
Central, em fevereiro.
A curva de juros continuava precificando praticamente 100
por cento de chances de corte de 0,25 ponto percentual da Selic
no m6es que vem, segundo dados da Reuters.
Para o encontro de março, as apostas de novo corte de 0,25
ponto se mantinham em 40 por cento, igual à véspera, com o
restante vendo manutenção, segundo operadores. Atualmente, a
taxa Selic está em 7 por cento ao ano, menos nível histórico.
Veja as taxas dos principais contratos de DIs às 11:07:
mês ticker último fechamento variação
(%) anterior (p.p.)
(%)
APR8 6,72 6,725 -0,005
JAN9 6,765 6,775 -0,01
JAN0 7,93 7,92 0,01
JAN21 8,85 8,85 0
JAN23 9,77 9,75 0,02

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia