Clicky

IPCA-15 de fevereiro em alta de 0,54%

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Os mercados acionários estão em maré de alta em praticamente todo o mundo. Ontem não foi diferente e os três principais índices do mercado americano fecharam em novos recordes. Os mercados da Europa atingiram o maior patamar em 14 meses. No Brasil, conseguimos fechar acima dos 69000 pontos no Ibovespa e o objetivo passa a ser o recorde histórico pouco abaixo de 74000 pontos, não sem realizações intermediárias.

Como bem lembrou ontem o presidente do FED de São Francisco, John Willians, taxa de juros natural muito baixa pode propiciar riscos financeiros e bolhas de ativos. Aliás, na China, o governo se preocupa com a bolha imobiliário e obteve sucesso em sua proibição de gestores de ativos comprarem imóveis em 10 principais cidades do países. O preço médio de novas residências, ainda na China, subiu anualizado 10,7%, mas desacelerando no mês para alta de 0,24%.

MetaTrader 300×250

No Reino Unido, o PIB do quarto trimestre expandiu 0,7% e a taxa anualizada ficou em +2,0%, de previsto em +2,2%. Na Alemanha, o índice IFO de sentimento empresarial subiu em fevereiro para 111 pontos de previsão em 109,5 pontos. Na zona do euro, a inflação medida pelo CPI de janeiro anualizada ficou em 1,8% (com núcleo em +0,9%) e no mês deflação de 0,8%.

As eleições presidenciais na França segue dominando as preocupações dos investidores. Na sequência dos mercados no exterior, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 0,42%, com o barril cotado a US$ 54,10. O euro era transacionado em queda para 1,049 e os notes americanos de 10 anos tinha taxa de juros em 2,42%. O ouro e a prata operavam em queda na Comex e commodities agrícolas em alta na bolsa de Chicago. Minério de ferro no spot chinês em queda de 1,0% e tonelada em US$ 93,60.

No cenário local, Alexandre de Moraes foi aprovado ontem na CCJ e hoje pela manhã vai para plenário, onde precisa de 41 votos favoráveis. O relator da reforma da Previdência diz que deve ter relatório pronto até o dia 20 de março, e depois discussões por mais um mês. Sérgio Cabral foi novamente denunciado pelo MP.

O IBGE anunciou o IPCA-15 de fevereiro em alta de 0,54%, deixando a inflação de 2017 em 0,85% e em 12 meses em 5,02%, o menor nível desde junho de 2012. A FGV anunciou o INCC de fevereiro em 0,53% em fevereiro, de anterior em 0,29%. A FGV divulgou a confiança do consumidor em alta de 2,5 pontos para 81,8 pontos em fevereiro.

No mercado, os DIs começando o dia com queda de juros para todos os vencimentos, dólar em alta de 0,07% e cotado a R$ 3,096 e a Bovespa começando com índice futuro em queda de 0,48%.

Na agenda do dia, a decisão do Copom no início da noite sobre política monetária. O consenso é Selic em queda de 0,75% para 12,25%, mas Copom pode surpreender com redução de 1,00%. O FED divulga ata da última reunião do FOMC.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia