Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Os índices de peso em Wall Street fecharam valorizados nesta segunda-feira, com as financeiras e empresas de matérias primas. Os investidores estão acumulando lucros antes da reunião do Federal Reserve, em setembro. A fala da presidente, Janet Yellen, sobre a economia norte-americana e as intenções dos membros para elevar as taxas de juros, bem como os preços do petróleo em queda, ficaram de lado.

No final, Dow Jones subiu 0,58% aos 18.502 pontos; o S&P avançou 0,52% aos 2.180 pontos; e a Nasdaq ganhou 0,26% aos 5.232 pontos. A onça do ouro ficou em alta de 0,06% a US$1.326,70.

MetaTrader 300×250

As empresas de matérias-primas subiram 0,96% as de bens de consumo não cíclicos, 0,88%, e as financeiras, 0,76%.

A renda pessoal dos norte-americanos aumentou US$ 71,6 bilhões (0,4%) em julho de acordo com estimativas divulgadas hoje pelo Departamento de Análises Econômicas.

A renda pessoal disponível (DPI) aumentou US$ 60,1 bilhões (0,4%) e despesas de consumo pessoal (PCE) em US$ 42,0 bilhões (0,3%). O PPP real aumentou 0,4% em julho e PCE real aumentou 0,3%. O PCE ficou inalterado a partir de junho. Excluindo alimentos e energia, o PCE aumentou 0,1% em julho. O aumento da renda pessoal, em julho, refletiu principalmente aumentos salários e recibos de transferência.

Os gastos dos consumidores dos Estados Unidos aumentaram pelo quarto mês consecutivo em julho em meio à forte demanda por automóveis, apontando para um crescimento econômico que poderia abrir o caminho para o Federal Reserve a elevar os juros este ano.

O Departamento de Comércio informou nesta segunda-feira que os gastos do consumidor, que responde por mais de dois terços da atividade econômica dos Estados Unidos, subiu 0,3% mês passado depois de um ganho de 0,5% em junho. O aumento de julho ficou em linha com as expectativas dos economistas. Quando ajustado para a inflação, os gastos dos consumidores também subiram 0,3% em julho, após avanço de 0,4% em junho.


Assuntos desta notícia