Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Acompanhe o comportamento dos principais índices dos mercados acionários globais na manhã desta sexta -feira (23).

CENÁRIO EXTERNO

MetaTrader 300×250

ÁSIA- o índice Asia Dow subiu 0,23% para 3.335. O Hang Seng, Hong Kong, ficou em queda de 0,02% aos 25.670. O Xangai Composite ficou em alta de 0,33% aos 3.157. Na Índia, o índice Sensex, bolsa de Bombai, ficou em queda de 0,49% aos 31.138. O Nikkei 225, bolsa do Japão, ficou em alta de 0,11% aos 20.132 pontos. O índice Kospi, Coreia do Sul, fechou em alta de 0,35% aos 2.378 pontos. O índice FTSE ST, Singapura, ficou em queda de 0,19% aos 3.209. Na Ásia, as bolsas fecharam sem direçãoo. Na China, as negociações começaram no vermelho depois de rumores de que as autoridades governamentais investigariam investimentos no exterior e empréstimos de companhias nacionais. Alta dos papeis do setor de farmacêutico contribuiu para reverter a trajetória de queda. O dólar era cotado a 111,21 ienes, mantendo-se próximo à cotação observada ontem no final da tarde.

EUROPA – O índice Stoxx Europe 600 segue em queda de 0,34% aos 387.19, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) estava em queda de 0,70% aos 20.784; o Ibex 35 (Madri) estava em queda de 0,87% aos 10.618; o DAX 30 (Frankfurt) estava em queda de 0,70% aos 12.704; o FTSE-100 (Londres) estava em queda de 0,19% aos 7.425; o CAC 40 (Paris) estava em queda de 0,47% aos 5.257 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) estava em queda de 0,56% aos 5.215. Na Europa, as bolsas continuam operando no vermelheo nesta sexta-feira.Os investidores estão atentos para a reunião de cúpula de Bruxelas, que trata do Brexit entre outros assuntos, ao mesmo tempo em que monitoram o comportamento dos preços do petróleo. A Markit divulgou os indicadores de gerentes de compras (PMI) da região de junho, que captaram desaceleração no ritmo de crescimento nas principais economias.

ESTADOS UNIDOS- O S&P (futuros) opera em alta de 0,06% aos 2.433; o Dow Jones (futuros) opera em queda de 0,11% aos 21.325; e o Nasdaq (futuros) segue em queda de 0,06% aos 5.782. No mercado americano, os futuros das principais bolsas de ações operam em queda. O índice DXY situa-se em 97,434, mesmo patamar observado ao longo desta semana, mostrando tênues oscilações da moeda americana frente às principais divisas internacionais. Na agenda, o destaque continua nos discursos de quatro dirigentes do Federal Reserve.

Commodities

Os preços do petróleo WTI para agosto operava em alta de 0,33%, a US$ 42,88 o barril na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 0,39% a US$56,75 a tonelada seca e com 62% de pureza.

CENÁRIO INTERNO

BRASIL- Na B3, o Ibovespa deve marcar mais uma sessão em ligeira alta com destaque será a divulgação do IPCA-15 deste mês. O indicador deve reforçar o cenário benigno da inflação, que ao lado da fraqueza da economia, pode ampliar as apostas em um novo corte de 1,00 ponto da Selic em julho, depois que o Banco Central deixou essa possibilidade em aberto no Relatório de Inflação, divulgado ontem.

AGENDA – Sexta-feira

Na Europa serão apresentados os resultados dos PMIs, Composto e de Serviços. No Brasil, o IPC-SE e o IPCA 15. Nos Estados Unidos, os PMIs de Serviço e Composto e Vendas de Casas Novas.


Assuntos desta notícia