Clicky

Donald Trump muda discurso e apoia política de “China Única”

Chart Trading 728×90

O dia está sendo alterado pela China de forma positiva. Durante a madrugada, foi anunciado o superávit comercial de janeiro com US$ 51,3 bilhões, fruto de exportações em alta de 7,9% e importações maiores em 16,7%, com destaque de expansão do petróleo e minério. Isso modificou o preço do petróleo no mercado internacional e do minério de ferro que subiu muito.

Além disso, Donald Trump disse para a China que honrará a ordem de “China Única”, mudando seu discurso anterior, o que é certamente muito positivo. De outra feita, a AIE (Agência Internacional de Energia) disse que a produção de óleo pela OPEP encolheu 1,0 milhão de barris dia, com Arábia Saudita, Angola e Catar reduzindo mais que o previsto e a Rússia apenas 1/3 do prometido. Isso ajudou os preços do petróleo em alta na sessão de hoje.

MetaTrader 300×250

No Reino Unido, a produção industrial de dezembro cresceu 1,1% e o déficit da balança comercial encolheu para 10,9 bilhões de libras, quando o esperado era -11,6 bilhões de libras. Na sequência dos mercados, o petróleo WTI negociado em NY mostrava alta de 0,87%, com o barril cotado a US$ 53,46. O euro era transacionado em queda para US$ 1,064 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros de 2,41%. Destaque para o minério de ferro no mercado spot chinês com alta de 4,6% e tonelada cotada a US$ 87,00.

No segmento local, persiste o clima político tenso, com o STF decidindo o futuro de Moreira Franco, após proliferação de liminares. Celso de Melo julgará. Tivemos a Fipe anunciando o IPC da primeira quadrissemana de fevereiro em desaceleração para 0,18%, de anterior em 0,32%. O Bacen anunciou que o IBC-BR do trimestre fechado em novembro mostrou queda da atividade na região sudeste de 0,8% e sul com -1,1% e identificou que a ociosidade está acima da média. Os dados são dessazonalizados.

No mercado, os DIs começaram o dia com juros estabilizados, o dólar abriu em queda de 0,15% e cotado a R$ 3,122 e a Bovespa com o índice futuro em alta de 0,48%. Aparentemente teremos o quarto pregão seguido de alta, acompanhando bom momento no exterior.

Na agenda os EUA, ainda vão anunciar os preços dos importados de janeiro e sairá o índice de confiança do consumidor de Michigan preliminar de fevereiro.

Bom dia e bons negócios.

Alvaro Bandeira
Economista-Chefe Home Broker Modalmais
Fonte: https://www.modalmais.com.br/blog/falando-de-mercado


Assuntos desta notícia