Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

O dólar comercial fechou em alta nesta quinta-feira, com o quadro incerto em Brasília para a Reforma da Previdência, remarcada para votação no dia 03 de maio
com o anúncio de greve geral nesta sexta-feira. Porém, a aprovação da Reforma Trabalhista foi bem aceita pelos investidores.

Ao final, no interbancário, a moeda ficou cotada aos R$3,180 para a compra e R$3,182 para a venda, alta de 0,28%.

MetaTrader 300×250

O euro ficou em R$3,460 para a compra e R$3,463 para a venda, alta de 0,07%.

A libra ficou em R$4,105 para a compra e R$4,411 para a venda, alta de 0,81%.

No cenário externo, o índice Bloomberg Dollar Spot ficou estável, depois de subir 0,3% nesta quarta-feira.

O euro viu a negociação agitada durante a coletiva de imprensa do presidente do Banco Central Europeu (BCE) Mario Draghi, subindo para 1.0933. O tom mais otimista de Draghi prevaleceu ao alinhar com as expectativas dos comerciantes, que precificavam a decisão de manter a taxa de juros inalterada com os €60 bilhões euros mensais injetados na economia da Zona do Euro. Draghi disse que o volume segue até o final do ano.

Ao final, o euro foi negociado abaixo de 0,3% a $ 1.0874.

O peso mexicano subiu 0,7%, o de 1,4 por cento com a Casa Branca sinalizando a permanência no Nafta, mas com restrições.

O peso caiu 1,7% nesta quarta-feira.

O dólar canadense foi pouco alterado, apagando ganhos anteriores, depois da discussão sobre o Nafta.


Assuntos desta notícia