Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 30 Jan (Reuters) – O dólar operava em queda ante
o real nesta terça-feira, em linha com o recuo da moeda
norte-americana ante algumas divisas no exterior e depois de
subir quase 1 por cento na véspera, mas sem desviar o foco da
cena política local.
Às 10:17, o dólar recuava 0,32 por cento, a 3,1564
reais na venda, depois de fechar a segunda-feira a 3,1665 reais.
O dólar futuro tinha variação positiva de 0,02 por
cento.
"O mercado está olhando o exterior enquanto acompanha o
noticiário doméstico sobre a Previdência. O viés é positivo
depois da condenação do Lula", disse o operador de câmbio do
Grupo Ourominas Ademar Vitor Pereira, ao projetar que o dólar
pode ir a até 3,12 reais até o final da semana.
Na semana passada, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
foi condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional
Federal da quarta Região (TRF-4) pelo crime de corrupção passiva
e lavagem de dinheiro em ação sobre o tríplex no Guarujá, e teve
sua pena elevada para 12 anos e um mês de prisão.
O otimismo do mercado após o julgamento ocorre pela leitura
de que o ex-presidente seria um candidato com menor compromisso
com medidas de ajuste fiscal.
O mercado acompanha ainda as negociações do governo para
conquistar os votos que ainda faltam para aprovar a reforma da
Previdência. Na véspera, o ministro da Secretaria de Governo,
Carlos Marun, afirmou que o governo não tem plano B e vai
colocar a reforma em votação na Câmara em fevereiro.
Na segunda-feira, fontes disseram à Reuters que a base
aliada no Senado não garante uma aprovação "automática" da
reforma caso o texto passe pela Câmara.
No exterior, o dólar recuava ante uma cesta de moedas
, devolvendo a alta de mais cedo, com os rendimentos dos
Treasuries passando a cair após recente movimento de alta.
A moeda norte-americana também mostrava fraqueza ante
divisas de países emergentes, como a lira turca e o peso
mexicano .

(Por Claudia Violante; Edição de Camila Moreira)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia