Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

SÃO PAULO, 16 Mai (Reuters) – O dólar seguiu avançando nesta
quarta-feira e galgou mais um patamar, de 3,67 reais,
influenciado pela possibilidade de mais altas de juros nos
Estados Unidos neste ano e também pelo provável corte da taxa
Selic logo mais pelo Banco Central, o que reduzirá ainda mais o
diferencial de juros do Brasil com o exterior.
O dólar avançou 0,48 por cento, a 3,6784 reais na
venda, renovando o maior nível desde 7 de abril de 2016, a
3,6937 reais. Nestes quatro pregões, ficou 3,71 por cento mais
caro.
Na máxima do dia, a moeda norte-americana foi a 3,6964
reais. O dólar futuro tinha alta de cerca de 0,60 por
cento.

(Por Claudia Violante; Edição de Iuri Dantas)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation