Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 6 Dez (Reuters) – O dólar operava em alta ante o
real nesta quarta-feira, interrompendo três pregões seguidos de
ligeiras quedas, com os investidores cautelosos diante das
negociações do governo para conquistar apoio político necessário
para a votação da reforma da Previdência ainda neste ano na
Câmara dos Deputados.
Às 10:23, o dólar avançava 0,25 por cento, a 3,2421
reais na venda, depois de acumular desvalorização de 1,16 por
cento nas três últimas sessões. O dólar futuro exibia
leve baixa de cerca de 0,05 por cento.
"O mercado vê como positiva a articulação para a reforma ser
votada neste ano, mas como não há certeza de nada, fica arisco",
afirmou o gerente de Tesouraria do Banco Confidence, Felipe
Pellegrini. "A instabilidade é comum quando o mercado não
consegue fazer uma previsão forte", acrescentou.
No que tem sido considerado como "Dia D", o Palácio do
Planalto e aliados querem definir nesta quarta-feira qual o real
apoio dos deputados da base aliada para tentar votar o primeiro
turno da nova versão da reforma da Previdência na Câmara dos
Deputados na próxima semana.
Pela manhã, o presidente Michel Temer reúne líderes de
partidos da base para fazer avaliação dos votos que o governo
tem para votar a proposta. Ao longo do dia, partidos como o PMDB
e o PSDB marcaram reuniões para decidir se vão fechar questão em
favor da reforma, iniciativa que obriga os parlamentares a
apoiar a proposta.
Nesta manhã, um dos vice-líderes do governo na Câmara dos
Deputados, Beto Mansur (PRB-SP), afirmou que havia cerca de 260
votos na Casa a favor do texto.
O Banco Central fará novo leilão de até 14 mil swaps
cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares,
para rolagem dos contratos que vencem em janeiro, de 9,638
bilhões de dólares.
No exterior, o dólar rondava a estabilidade ante uma cesta
de moedas e subia sobre divisas de emergentes, como os
pesos mexicano e chileno .

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]homsonreuters.com; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation