Clicky

MetaTrader 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 5 Jan (Reuters) – O dólar reduziu a alta contra o
real nesta sexta-feira após relatório sobre mercado de trabalho
dos Estados Unidos mais fraco do que o esperado, em um dia de
correção após quedas recentes.
Às 12:24, o dólar avançava 0,21 por cento, a 3,2408
reais na venda, depois de marcar a mínima de 3,2281 reais. O
dólar futuro tinha alta de 0,17 por cento.
Nos últimos três dias a moeda norte-americana acumulou queda
de 2,43 por cento contra o real, o que abre espaço para alguma
correção neste pregão, em linha com o avanço da moeda no
exterior.
"O relatório (de emprego nos EUA) enfraquece a possibilidade
de altas adicionais de juros nos Estados Unidos (além do que já
está precificado)", explicou o gerente da mesa de câmbio do
banco Ourinvest, Bruno Foresti.
Em dezembro, a economia dos EUA abriu 148 mil vagas fora do
setor agrícola, abaixo das 190 mil esperadas por economistas.
Mas uma aceleração no aumento salarial indicou força do mercado
de trabalho que pode abrir caminho para o Federal Reserve elevar
a taxa de juros em março.
Após os dados, operadores mantiveram as apostas de que o
banco central dos EUA vai elevar os juros duas vezes neste
ano. L1N1P00PI
O dólar subia ante uma cesta de moedas .DXY após o
relatório, embora com menos vigor, e avançava ante divisas de
países emergentes, como o peso chileno CLP= e o rand
sul-africano ZAR= . urn:newsml:reuters.com:*:nL1N1P00CY
Internamente, os investidores continuavam monitorando as
articulações do governo para aprovar a reforma da Previdência,
cuja votação está marcada para meados de fevereiro na Câmara dos
Deputados.
Na véspera, o ministro da secretaria de Governo, Carlos
Marun, disse à Reuters que ainda faltavam 50 votos para aprovar
a matéria. urn:newsml:reuters.com:*:nL1N1OZ0XS

(Edição de Patrícia Duarte e Camila Moreira)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia