Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 22 Nov (Reuters) – O dólar fechou em queda nesta
quarta-feira e voltou ao patamar de 3,23 reais, acompanhando a
trajetória da moeda norte-americana no exterior e com
investidores à espera das negociações do presidente Michel Temer
com a base aliada para aprovação da reforma da Previdência.
O mercado trabalhou ainda com liquidez mais baixa por conta
do feriado do Dia de Ação de Graças nos Estados Unidos, que
manterá as praças norte-americanas fechadas no dia seguinte.
O dólar recuou 0,54 por cento, a 3,2349 reais na venda,
menor patamar desde 23 de outubro, quando foi a 3,2311 reais. Na
mínima do dia, foi a 3,2304 reais.
"O movimento de enfraquecimento do dólar foi generalizado,
com maior busca pelo risco", afirmou o operador da corretora
H.Commcor, Cleber Alessie Machado.
Lá fora, o dólar atingiu seu nível mais baixo em um mês
contra o iene e o franco suíço após a queda
surpresa, em outubro, de encomendas de bens de capital nos EUA e
preocupações sobre o comportamento da inflação do país.
Com atividade mais fraca e menos inflação, é preciso menos
juros nos Estados Unidos. Taxas elevadas na maior economia do
mundo tendem a atrair recursos aplicados hoje em outras praças
financeiras, como a brasileira.
O dólar também cedia ante uma cesta de moedas e
divisas de países emergentes, como o peso mexicano . O
movimento ganhou mais tração após a divulgação da ata do Federal
Reserve, banco central norte-americano, pela qual reforçou que
irá elevar os juros em dezembro, dentro do esperado.

A ata foi divulgada após o fechamento do mercado cambial à
vista no Brasil, o que fez o dólar futuro ampliar um
pouco a sua queda, a cerca de 1 por cento no final da tarde.
O mercado também seguiu bastante atento às negociações de
Temer para tentar aprovar a reforma da Previdência. Nesta noite,
oferecerá um jantar a deputados da base aliada para apresentar a
nova e mais enxuta versão do texto da reforma, com a presença do
relator da proposta, deputado Arthur de Oliveira Maia (PPS-BA).
O governo precisa dos votos de 308 do total de 513
deputados, já que se trata de uma Proposta de Emenda à
Constituição. Também precisa do apoio de 49 dos 81 senadores.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))


Assuntos desta notícia