Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

Por Claudia Violante
SÃO PAULO, 14 Nov (Reuters) – O dólar cedia ante o real
nesta terça-feira com os investidores mais animados com as
perspectivas de votação da reforma da Previdência ainda neste
ano após o presidente Michel Temer anunciar que fará uma reforma
ministerial que pode garantir mais apoio político ao governo no
Congresso Nacional.
Às 10:08, o dólar recuava 0,67 por cento, a 3,2765
reais na venda, depois de bater 3,2674 reais na mínima do dia. O
dólar futuro cedia cerca de 0,15 por cento.
"A probabilidade de aprovação (da reforma da Previdência)
continua maior do que a 2,3 semanas atrás", avaliou a corretora
Guide em relatório ao acrescentar que "o governo está fazendo
sua parte e procura solidificar a sua base de apoio".
A saída do ministro das Cidades do governo, Bruno Araújo
(PSDB), anunciada no final da tarde na véspera, levou Temer a
antecipar uma reforma ministerial, que deve estar concluída até
meados de dezembro. O movimento pode aumentar o espaço de
partidos do centrão que, ao contrário dos tucanos, votaram
praticamente coesos na rejeição das duas denúncias criminais
contra o presidente.
Apesar do bom humor nesta sessão, os investidores mantinham
a cautela à espera de que essa estratégia do governo de fato
aumentará o apoio político para aprovar a reforma da Previdência
no Congresso Nacional.
Não por menos, o dólar continua longe do patamar ao redor de
3,15 reais que prevaleceu na primeira metade de outubro.
O feriado da Proclamação da República, no dia seguinte,
adicionava também alguma cautela nos mercados, destacaram
profissionais.
No exterior, o dólar caía ante uma cesta de moedas e
também ante divisas de países emergentes, como o peso mexicano
e o rand sul-africano .

(Edição de Patrícia Duarte)
(([email protected]; 55 11 5644 7723; Reuters
Messaging: [email protected];))

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation