Clicky

Bovespa registrou volume de apenas R$ 1,4 bilhão e observou queda de 1,06%

MetaTrader 728×90

Ontem feriado prolongado da virada de ano em muitos países, os mercados abertos sofreram bastante com contração da liquidez e precificação correta dos ativos. A Bovespa registrou volume de apenas R$ 1,4 bilhão e observou queda de 1,06%, com o índice em 59588 pontos. Ainda teve que ajustar preço de Vale e Petrobras para quedas nos ADRs na última sessão do mercado americano.

Hoje clima mais normal, exceto Japão que permanece em feriado, mercados operando em alta em praticamente todo o mundo. Bolsas da Ásia em alta, igual comportamento para os principais mercados da Europa e índice futuro do mercado americano com boa valorização. Aqui a Bovespa pode se guiar por isso e tem ainda como sustentáculo os preços do petróleo em alta.

MetaTrader 300×250

Durante a madrugada na China o PBOC sugeriu desvalorização do yuan já na nova formatação de considerar 24 moedas e não mais 13. Fixou 6,9498 de paridade contra o dólar. Também anunciou que injetou liquidez no sistema financeiro em dezembro no montante de 733 bilhões de yuan. Lá o índice de atividade industrial Caixin subiu para 51,9 pontos em dezembro de anterior em 50,9 pontos.

No Reino Unido o índice PMI da atividade industrial de dezembro subiu para 56,1 pontos, vindo de 53,4 pontos, no maior nível em dois anos, mesmo com o espectro do Brexit rondando. Na Alemanha a taxa de desemprego de dezembro ficou mais uma vez estabilizada em 6,0%. Nos EUA o Congresso agora de maioria republicana promete desmantelar o programa de saúde do governo conhecido como Obamacare.

Trump também criticou teste nuclear da Coreia do Norte. Na sequencia dos mercados no exterior o petróleo WTI negociado em NY mostrava forte alta de 2,36%, com o barril cotado a US$ 54,99. Isso se prende às expectativas de vigência do acordo da OPEP (membros e não membros) a partir de hoje. O euro era transacionado em queda para US$ 1,041 e os notes americanos de 10 anos com alta de juros para 2,49%. O ouro era transacionado em queda e a prata em alta na Comex e commodities agrícolas com viés de alta na bolsa de Chicago.

Aqui o presidente Temer deve desistir de ir ao encontro de Davos para acompanhar a tramitação de projetos no Congresso Nacional. Já o presidente da Câmara Rodrigo Maia segue afirmando que a reforma da Previdência estará votada até o fim do primeiro semestre. Na sequencia dos mercados por aqui a expectativa é de juros dos DIs ainda com viés de queda, dólar mais forte e Bovespa em recuperação seguindo mercados no exterior e petróleo em alta.

Na agenda do dia ainda teremos indicadores de atividade nos EUA para dezembro do PMI e ISM e gastos com construção (investimentos) de novembro. Na Alemanha teremos a divulgação do dado preliminar de inflação pelo CPI (consumidor) que deve vir forte.

Bom dia e bons negócios
Alvaro Bandeira


Assuntos desta notícia