Clicky

Chart Trading 728×90

A Bovespa abriu e opera em alta nesta terça-feira, com os investidores descolados do lado político e com as atenções para os balanços, commodities e retorno dos mercados dos Estados Unidos. A Vale segue em alta, puxada pelo bom momento da companhia e com o minério de ferro sondando os US$100,00 a tonelada na China. Já a Petrobras segue em alta com os preço do petróleo negociado em alta nos mercados internacionais.

Há pouco, o Ibovespa estava em alta de 0,69% aos 69.009 pontos. O volume financeiro seguia para os R$700 milhões.

MetaTrader 300×250

As ações com ganhos
Cemig PN, alta de 1,97%; Ecorodovias ON, alta de 1,90%; e Smiles ON, alta de 0,11%.

As ações com perdas
Eletrobras ON, queda de 1,06%; BRF ON, queda de 0,73%; Estácio Participações ON, queda de 1,03%; Energias BR ON, queda de 0,86%.

A Vale ON estava em alta de 1,02% e a PN, alta de 1,58%.
A Petrobras ON estava em alta de 1,99% e a PN, alta de 1,70%.

Empresas

A Gafisa (GFSA3) anuncia grupamento de ações e data para exercício do direito de preferência em ações da Tenda. Os dois pontos foram aprovados em assembleia de acionistas, ontem. O grupamento se dará na proporção de 13,483023074 para 1. E o exercício de preferência das ações da Tenda será ao preço de R$ 8,13 por ação.

O resultado operacional da Lojas Americanas (LAME4) vem melhorando. No consolidado, a companhia reportou crescimento da receita bruta no conceito “mesmas lojas” de 6,0% no 4T16 e de 5,6% em 2016, ambas as comparações com períodos equivalentes do ano anterior. O EBITDA Ajustado avançou 7,7% no trimestre na comparação anual, atingindo margem de 17,5%, mesmo patamar do 4T15. Este bom desempenho reflete as maiores vendas do período, com a abertura de lojas, além da melhora de sua controlada (B2W) e do controle de custos e despesas. Já a despesa financeira líquida, apresentou elevação de 29,4% em relação ao registrado no 4T15. A variação do resultado financeiro está principalmente relacionado ao investimento na subscrição do aumento de capital privado na B2W. Outro ponto de atenção é a sua alavancagem, a dívida líquida foi de 1,9x o EBITDA acumulado dos últimos 12 meses. Para 2017, a Lojas Americanas mantém seu plano de crescimento via abertura de lojas, o programa “85 anos em 5 – Somos Mais Brasil”, para o período entre 2015 e 2019, planejando a abertura de 800 novas lojas e dois centros de distribuição. Neste início de ano, até o momento, já foram inauguradas 5 lojas e segundo a própria empresa, 80 lojas já estão contratadas ou em estágio avançado de negociação.

A B2W (BTOW3) apresentou melhora em suas vendas, principalmente pela Black Friday e pelas vendas do Marketplace. A receita líquida no período teve uma variação positiva de 4,0% frente ao 4T15. O EBITDA Ajustado veio 22,9% maior, com margem EBITDA Ajustada aumentado em 1,3 p.p.. Já o resultado financeiro líquido foi negativo em R$ -324,1 milhões, representando uma variação de 20,1% em relação ao 4T15. Desta forma, o resultado final líquido foi de R$ -102,3 milhões, comparado com os R$ -161,1 milhões obtidos no 4T15. Além dos constantes prejuízos, outro ponto de atenção é seu alto endividamento. O nível de alavancagem (definido como Dívida Líquida/EBITDA Ajustado) foi de 2,5x, em dezembro, comparado com 3,2x, em setembro, melhora decorrente do aumento de capital, mas nível ainda elevado.

Commodities

O minério de ferro fechou em alta de 2,73% no porto de Gingdao, China, aos US$94,86 a tonelada seca e com 62% de pureza.

O preço do petróleo WTI negociado na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York, opera em alta de 1,77% aos US$54,73 o barril.


Assuntos desta notícia