Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A Bovespa, que abriu em queda, marcou mais uma sessão em forte volatilidade nesta segunda-feira, com as atenções para o recuo nos preços do petróleo. O preço do minério de ferro negociado na China ajudou a Vale a segurar o índice.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,06% aos 61.700 pontos. O volume financeiro ficou em R$5,6 bilhões.

Profitchart Pro 300×250

“A Bovespa operou na volatilidade, com baixo volume e preços do petróleo novamente no foco, que acabou na segurando a Petrobras. A Vale ficou em alta com o minério de ferro, o que acabou sustentando o índice. No destaque também ficou o BB, que novamente apontou a possível elevação da inadimplência”, pontuou o gerente de Bovespa da HCommcor, Ari Santos.

Entre as ações em alta no índice ficaram as da Natura ON, alta de 4,86%; Cyrela Realt ON, alta de 3,62%; Smiles ON, alta de 2,66%; Bradespar PN, alta de 2,43%; e BB Seguridade ON, alta de 2,27%.

Na contramão ficaram as da Marfrig ON, queda de 4,27%; Brasil ON, queda de 3,77%; Fibria ON, queda de 2,17%; Klabin UNT, queda de 2,10%; e Petrobras PN, queda de 2,11%.

A Vale ON ficou em alta de 2,04% e a PN, alta de 2,12%.

A Petrobras ON ficou em queda de 0,97%.

Carteira Teórica

A carteira teórica do Índice Bovespa que passou a vigorar entre e 02 de janeiro de 2017 a 28 de abril de 2017, com base no fechamento do pregão de 29 de dezembro de 2016, totaliza 59 ativos de 56 empresas e com a entrada da Eletrobras ON (ELET3). Os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Itauunibanco PN (10,681%), Bradesco PN (7,740%), Ambev S/A ON (7,183%), Petrobras PN (6,008%) e Petrobras ON (4,592%).

Commodities

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 1,94% aos US$77,73 a tonelada seca.


Assuntos desta notícia