Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

A Bovespa fechou a semana em alta de 0,31% e nesta sexta-feira manteve a valorização, com os investidores analisando os resultados corporativos, bem como os rumos da campanha presidencial nos Estados Unidos.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,09% aos 64.307 pontos. O volume financeiro ficou em R$8,2 bilhões.

MetaTrader 300×250

Entre as altas no Ibovespa ficaram as ações da Usiminas PNA, alta de 10,82%; BRF SA ON, alta de 2,90%; Gerdau Metalúrgica PN, 2,81%; Fibria ON, alta 2,73%; Localiza ON, alta de 2,30%.

Na contramão ficaram em queda as ações da JBS ON, queda 2,50%; MRV ON, queda 2,35%; AMBEV ON, queda de 2,15%; Energias BR ON, queda de 2,13%; e Brasil ON, queda de 2,05%.

As ações da Petrobras ON fecharam em queda de 1,25% e a PN, queda de 0,5%. A Vale ON subiu 0,32% e a PN, queda de 0,50%.

Análise Álvaro Bandeira

A semana foi marcada por acontecimentos políticos e indicadores da economia doméstica, que seguem preocupando. “A semana começa com o desacerto entre o presidente do Senado, Renan Calheiros, e a presidente do Supremo Tribunal Federal, Cármen Lúcia. Os indicadores da nossa economia mostraram que ainda há muito a se fazer. A ata do Copom, que muitos esperavam que fosse mais dura, não alterou em nada o comunicado da reunião. Tivemos também déficit em conta corrente, dívida pública, o IGPM, e a PNAD Contínua, com os números do desemprego elevados. A aprovação da PEC 241, que apesar de ajustada, foi aprovada. E, finalmente no mercado doméstico, a Petrobras e a Vale sustentaram a Bovespa”, disse Bandeira.

No cenário externo, os dados econômicos e a campanha presidencial nos Estados Unidos ficaram na pauta, bem como as expectativas para a reunião do Federal Reserve na próxima semana. “Além desses fatores, a atividade industrial, os resultados mistos das empresas, com destaque para a Zona do Euro melhorando, deram rumos aos mercados. Considerando também que os dados do desemprego na Espanha e Alemanha voltaram a cair. Para encerrar a semana, o PIB dos Estados Unidos surpreendeu e levantou novamente a possibilidade de uma elevação na taxa de juros pelo Fed ainda no final do ano e mais duas em 2017”, explicou.

Nesta sexta-feira, de acordo com o analista, o humor dos negociadores foi alterado. “Dois momentos marcaram o final das negociações no final da tarde: a retomada das investigações dos e-mails de Hillary Clinton pelo FBI e também a decisão do Irã e Iraque em não congelar a produção de petróleo. Quanto ao dólar, a volatilidade lá fora é por conta da campanha e indicadores. No cenário doméstico, pesam a Lava Jato e a repatriação”, finalizou o analista-chefe e sócio da ModalMais, Álvaro Bandeira.

Carteira teórica

Na carteira teórica, que vigora entre 05 de setembro de 2016 a 29 de dezembro de 2016, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do Ibovespa estão Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).

Commodities

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira em baixa de 2,05%, cotado a US$ 48,70, em meio a negociações em Viena sobre um possível corte da oferta internacional do produto no mercado.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em dezembro caíram US$ 1,02 em relação ao fechamento de ontem.

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro fechou nesta sexta-feira em baixa de 1,5% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 49,71.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,76 abaixo do valor final da sessão de ontem, que foi de US$ 50,47.


Assuntos desta notícia