Clicky

mm black 728

A Bovespa segue no embalo dos mercados acionários globais nesta sexta-feira, com o rompimento do Reino Unido com a União Europeia, o que pegou o mundo de surpresa depois que as pesquisas no final da tarde desta quinta-feira (23) apontavam para a permanência no bloco formado por 28 nações.

As primeiras reações vieram dos mercados asiáticos, em destaque a Bolsa de Tóquio com o índice Nikkei 225 despencando quase 8%. O iene valorizou ante o dólar, o ouro seguiu na esteira de ativos mais atraentes.

300×250 4 reais

Diversas reações sobre o Brexit seguem ocorrendo e, em especial, a mais contundente foi a do primeiro-ministro David Cameron anunciando que deixará o posto em outubro em comunicado pessoalmente a Rainha Elizabeth II.

O presidente em exercício, Michel Temer, também se manifestou nesta manhã. “Nós precisamos verificar quais são as repercussões econômicas que possam atingir o Brasil. O ministro Meirelles vai se encontrar com o representante do governo britânico, discutir um pouco essas questões e vamos esperar os acontecimentos.”

Há pouco, o Ibovespa escorregava 3,12% aos 49.951 pontos. O volume financeiro com as vendas seguia para R$3,1 bilhões.

O dólar comercial, a exemplo nos demais mercados, ganha força. No interbancário, a moeda seguia cotada aos R$3,384 na compra e R$3,386 na venda, alta de 1,24%.

As ações da Petrobras ON estão cotadas a R$11,30 e variação de -6,22% e a PN em R$9,06 e variação de -6,2%.

As ações da Vale também operam no vermelho, com a ON em R$15,51 aos -6,39% e a PN em R$12,62 e -5,89 %.

Petróleo

O preço do barril de petróleo Brent para entrega em agosto abriu as negociações desta sexta-feira em forte baixa no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, cotado a US$ 48,21, uma variação de 4,14% em relação ao fechamento da sessão anterior.

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) para entrega em agosto abriu nesta sexta-feira em forte baixa de 5,29%, com o mercado de energia impactado também pelos efeitos do “brexit”.

O WTI, o petróleo de referência nos Estados Unidos, caiu US$ 2,65 na abertura, cotado a US$ 47,46 o barril na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex).

A queda de hoje no preço do WTI coincide com uma grande valorização do dólar em relação ao euro, em torno de 3%, com um câmbio para a divisa europeia de US$ 1,10.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao fechou em queda de 2,4% aos US$50,61 a tonelada seca.


Assuntos desta notícia