Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A Bovespa fechou a semana em queda de 0,78% e acumula perdas de 6,4% no ano. Nesta sexta-feira, com os investidores pegando carona com os demais mercados globais, em clima de feriado, o índice reagiu amparado por Petrobras, Vale e bancos.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 1,19% aos 57.937 pontos. O volume financeiro ficou em R$ 4,7 bilhões.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Entre as ações em alta no Ibovespa estavam as Estácio Participações ON, alta de 4,66%; Brasil ON, alta de 3,27%; Hypermarcas ON, alta de 3,15%; ItauUnibanco PN, alta de 1,84%; BM&FBovespa ON, alta de 2,94%.

Na contramão ficaram em as ações da Copel PNB, queda de 1,42%; Suzano Papel PNA, queda de 1,27%; Equatorial ON, queda de 0,81%; JBS ON, queda de 0,78%; e Vale ON, queda de 0,67%.

A Petrobras ON ficou em alta de 1,53% e a PN, alta de 1,78%.

A Vale ON, queda de 0,67% e a PN, alta de 2,16%.

Carteira teórica

Na carteira teórica, que vigora entre 05 de setembro de 2016 a 29 de dezembro de 2016, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do Ibovespa estão Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).

Commodities

O barril de petróleo Brent para entrega em fevereiro fechou nesta sexta-feira em alta de 0,19% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 55,16.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou o pregão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,11 acima do valor final de ontem, que foi de US$ 55,05.

O preço do Brent subiu em um pregão no qual as atenções do mercado estiveram novamente voltadas ao corte de produção que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) planeja aplicar a partir de janeiro.


Assuntos desta notícia