Clicky

BOM DIA INVESTIDOR: Mercados iniciam semana no negativo

Chart Trading 728×90

Com exceção de algumas bolsas asiáticas que registraram altas durante a madrugada, Japão +0,32%, por exemplo, os demais mercados acionários mostram viés de queda e aprofundando perdas. Os futuros do mercado americano também operam no campo negativo, o mesmo acontecendo com o futuro do índice Bovespa.

O preço do petróleo em queda no exterior induz maior pressão vendedora. Na China, fontes do Governo identificam que cortes de impostos teriam efeito melhor sobre a economia que novas reduções de juros. O PBOC (BC Chinês) sugeriu desvalorização do yuan na paridade de 6,665 por dólar.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

No Japão, o presidente do BOJ indicou que pode reduzir ainda mais a taxa de depósito dos atuais -0,1%. E o primeiro ministro Shinzo Abe veio ao Brasil fantasiado de Mario Bros para divulgar Olimpíada de Tóquio em 2020.

O dia começou com petróleo em forte queda no exterior, por conta de incertezas sobre o congelamento de produção que será discutido em reunião da Opep a ser realizada em setembro. Na sequência dos mercados, o petróleo WTI negociado em NY mostrava queda de 2,25%, com o barril cotado a US$ 47,43. O euro era transacionado em alta para US$ 1,1305 e notes americanos de 10 anos com taxa de juros em queda para 1,55%. O ouro e a prata com quedas na Comex e commodities agrícolas com comportamento misto. O minério de ferro no mercado spot chinês teve alta de 0,2%, com a tonelada em US$ 61,10.

No cenário local, entramos na reta final do julgamento do impeachment da presidente afastada que começa em 25 de agosto e deve terminar em 30 de agosto, com Dilma indo ao senado para se defender.

O ministro Henrique Meirelles disse que as despesas de 2017 no orçamento serão aqueles de 2016 acrescida de 7,2% de correção. O governo trabalha agora com crescimento do PIB em 2017 de 1,6%. No que tange à Previdência, o projeto de reforma deve propor aumento da idade mínima em duas etapas, chegando até 70 anos.

Os DIs iniciaram o dia com queda dos juros e o dólar começou em alta, mas agora caía 0,08%, cotado a R$ 3,2019. Na Bovespa, mercado finalizando queda nesse início de manhã, acompanhando quadro negativo do exterior e com Petrobras tendo que ajustar para queda do petróleo.

A semana embute indicadores importantes como os PIBs da Alemanha e Reino Unido e a reunião americana de Jackson Hole com Yellen falando na próxima sexta-feira.

Bom dia e bons negócios.


Assuntos desta notícia