Clicky

BOM DIA INVESTIDOR: Mercados começaram a semana em alta

MetaTrader 728×90

Os mercados começaram a semana em alta por conta das expectativas melhores sobre o plebiscito no Reino Unido sobre a saída ou não da União Europeia. As pesquisa sobre Brexit divulgadas no final de semana dão conta de 45% à favor da permanência, contra 43% pela saída. Já as casa de apostas londrina, indicam até 75% pela permanência.

Durante o final de semana, o primeiro ministro Cameron saiu em defesa da permanência, o mesmo acontecendo com dirigentes de instituições financeiras. A estimativa corrente é de que a saída poderia provocar queda de 5,5 pontos percentuais no PIB até 2019. O FMI indica que em permanecendo o PIB do Reino Unido, cresceria 2,2% em 2016.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Os principais bancos centrais do mundo estão em alerta sobre o resultado e preparando medidas caso o resultado seja a saída. O BCE (BC Europeu) diz que tem medidas já elencadas para serem anunciadas. Com a melhora das pesquisas sobre permanência, os mercados acionários sobem em todo o mundo, com destaque para as bolsas europeias que estiveram bem pressionadas na última semana. No Japão, as exportações no comparativo de maio contra igual período de 2015 encolheram 11,3%, com a China reduzindo 14,9% e os EUA com -10,7%. As importações japonesas encolheram 13,8% na mesma base, sendo o 17º mês de queda consecutiva. Resultado disso, o saldo comercial mostrou déficit de 40,7 bilhões de ienes.

Na sequência, a Alemanha mostrou que a inflação no atacado (PPI) subiu 0,4% em maio, mas a taxa anualizada tem deflação de 2,7%. Na sequência dos mercado no exterior, o petróleo WTI negociado em NY tinha alta de 2,02%, com o barril cotado a US$ 48,95. O euro era transacionado em alta para US$ 1.1342 e os notes americanos de 10 anos com taxa de juros também em alta para 1,66%. Ouro e prata negociados na Comex em queda de commodities agrícolas em queda na Bolsa de Chicago. O minério de ferro registrou queda de 0,2% no spot chinês, com a tonelada em US$ 50,60.

No cenário local, as notícias políticas dominaram as manchetes de final de semana e trazem instabilidade para outros ministros do governo Temer. Agora é Mendonça Filho da Educação. Hoje Temer tem encontro com governadores para discutir ajuda, depois do Rio de Janeiro ter decretado calamidade financeira e a União ter anunciado aporte de R$ 2,9 bilhões. O encontro parece que será desgastante para a União.

A pesquisa Focus semanal do Bacen trouxe inflação de 2016 novamente em alta para 7,25%, e PIB melhorando para queda de 3,44%, com expansão de 1,00% para 2017. A produção industrial também melhorou para queda de 5,85% (anterior em -5,87%) e dólar de final de ano em queda para 3,60%. Na sequência dos mercados, a Bovespa abrindo no índice futuro em boa alta de 1,68%, os juros dos DIs em queda para todos os vencimentos e o dólar em boa queda para R$ 3,376, perdendo 1,33%.

Na agenda do dia, nenhum dado de maior relevância será apresentado e os mercados estarão ao sabor do noticiário político e Brexit.


Assuntos desta notícia