Clicky

Profitchart Pro 728×90

As Bolsas de Valores da Europa fecharam recuadas nesta sexta-feira, com os resultados decepcionantes dos balanços fiscais. A cautela novamente tomou conta dos negociadores para a saúde das empresas da região.

Ao final da jornada, em Londres, o índice Stoxx Europe 600 caiu 0,27% aos 340,80 pontos. Em Milão, o índice FTSE-MIB caiu 0,59% aos 17.324 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 recuou 0,04% aos 9.201 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 caiu 0,19% aos 10.696 pontos. Em Paris, o índice CAC 40 subiu 0,33% aos 4.548 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,14% aos 6.996 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 ficou em alta de 0,14% aos 4.676 pontos.

Profitchart Pro 300×250

Os maiores ganhos nos mercados europeus ficaram para as ações dos bancos, compensando o recuo das empresas.

Entre as altas estavam as ações da  UBS,  ganho de 2,4%. Já o Royal Bank of Scotland Group Plc reverteu um avanço e as ações foram negociadas em queda de 1,2%, depois de empurrar as metas de rentabilidade em uma perspectiva mais fraca. As ações do  Danske Bank A / S perderam 2,2%.

As ações do Novo Nordisk afundaram 15%, o maior desde 2002, e AB InBev perderam 4,3%, depois de cortarem as previsões.

A onda de vendas no mercado da Alemanha está sendo estimulado por especulações de que o Banco Central Europeu, juntamente com outros formuladores de políticas globais, deverão conter os estímulos até o final do ano.

O produto interno bruto (PIB) dos Estados Unidos aumentou mais do que o previsto e os gastos dos consumidores subiram menos do que o previsto.

Já a taxa de inflação na Alemanha, medida pelo índice de preços ao consumidor, deverá ficar em alta de 0,8% para o mês de outubro. A estimativa tem como base os resultados disponíveis até o momento pelo Escritório Federal de Estatística (Destatis), que mostra também os preços ao consumidor deverão aumentar em 0,2% sobre setembro de 2016.

O índice harmonizado de preços ao consumidor para a Alemanha,  calculados para fins europeus, deverá ficar em 0,7% no ano. Em comparação com setembro de 2016, espera-se que uma subida de 0,2%. Os resultados finais para outubro 2016 serão apresentados em 11 de novembro de 2016. 


Assuntos desta notícia