Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

As bolsas da Europa fecharam no positivo nesta quarta-feira, impulsionadas pelos bancos e ainda sob os efeitos da fala do futuro presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sinalizando alívio para as regras do setor financeiro.

Ao final, o índice Stoxx Europe 600 ficou em alta de 0,26% aos 388.04, em Londres; o FTSE-MIB (Milão) ficou em alta de 0,15% aos 22.325; o Ibex 35 (Madri) ficou em alta de 1,22% aos 10.267; o DAX 30 (Frankfurt) ficou em alta de 0,02% aos 13.061; o FTSE-100 (Londres) ficou em queda de 0,90% a 7.393; o CAC 40 (Paris) ficou em alta de 0,14% aos 5.398 pontos; e o PSI-20 (Lisboa) ficou em alta de 1,42% aos 5.351.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

Já no Reino Unido, o índice regional ficou no negativo, com a libra subindo e com as negociações do Brexit.

A libra ficou em alta de 0,72% a US$1,3434 ante os US$1,3339 do final de terça-feira em Nova York. O euro ficou em alta de 0,15% a US$1,1859 ante os US$1,1842 de ontem.

As ações dos bancos europeus subiram e puxaram o índice do setor em 1,63% e mantendo o rali de 1,6%, acompanhando os demais dos Estados Unidos com os efeitos de Powell.

Muitos bancos europeus fazem negócios nos Estados Unidos e as regras mais flexíveis poderá ser uma boa medida para os mais críticos.

No Reino Unido, as atenções seguem para as negociações de Brexit depois que a mídia local informou que o governo ofereceu a Bruxelas um pagamento maior para a saída de até US $ 59 bilhões.

A primeira-ministra Theresa May, em setembro, sugeriu que a Grã-Bretanha pagaria apenas € 20 bilhões, mas a União Europeia disse que o montante teria que ser aumentado para poder mover as negociações de saída para lidar com o comércio e um período de potencial transição.

A reunião da cúpula da União Europeia com o governo do Reino Unido acontece entre os dias 14 a 15 de dezembro.


Assuntos desta notícia