Clicky

Profitchart Pro 728×90

As Bolsas da Europa reverteram as perdas da abertura nesta quarta-feira, com os resultados corporativos de empresas da região. Além disso, os negociadores aproveitaram para comprar enquanto esperam pelo resultado da reunião do Banco Central Europeu (BCE) nesta quinta-feira (20).

Entre as ações com maiores ganhos estavam as da Accor SA, 5%, o maior desde junho, depois que a maior operadora de hotéis da Europa registrar aumento nos resultados do terceiro trimestre.

Profitchart Pro 300×250

As ações da ASML Holding NV subiram 2,2%, depois que a maior fabricante de semicondutores da Europa elevar a previsão lucratividade no quarto trimestre e acima das expectativas dos analistas. As ações das montadoras subiram, em meio a um euro mais fraco. As energéticas também subiram com os preços do petróleo.

Na contramão estavam as ações da Reckitt Benckiser Group Plc recuaram 2,6%, a maior queda desde janeiro, depois que a fabricante de preservativos Durex e analgésicos Nurofen afirmar que o crescimento da receita este ano será inferior ao estimado inicialmente.

O conteúdo do Livro Bege, Federal Reserve, terá peso nas negociações das bolsas europeias somente amanhã, considerando que os investidores também acompanham as apostas sobre a decisão do Fed para as taxas de juros dos Estados Unidos.

Ao final da jornada, o índice Stoxx Europe 600 caiu 0,03% aos 343,64 pontos em Londres. Em Milão, o índice FTSE-MIB subiu 0,46% aos 17.044 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 subiu 0,96% aos 8.950 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 subiu 0,25% aos 4.520 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 subiu 0,13% aos 10.645 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subiu 0,31% aos 7.021 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 subiu 0,94% aos 4.722 pontos.

A agenda está vazia.


Assuntos desta notícia