Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

As bolsas europeias fecharam sem direção nesta segunda-feira, com os investidores especulando se os bancos centrais continuarão a manter as políticas monetárias acomodatícias, em especial o Banco Central Europeu (BCE), com reunião marcada para essa semana.

Entre as altas estavam as ações da ArcelorMittal, que puxaram as mineradoras para cima depois que líderes do Grupo dos 20 principais economias mencionaram a escassez global de aço no comunicado da reunião na China.

MetaTrader 300×250

As ações da Hugo Boss AG ajudaram os varejistas arrastando para a maior queda no Stoxx 600, queda de 2,2% depois que o UBS Group AG recomendou vender as ações por causa dos riscos para 2017 ganhos.

Essa semana, os investidores deverão seguir voltados para a reunião do Banco Central Europeu (BCE) que decidirá sobre as taxas de juros e avaliando se a economia da região perdeu força em agosto.

As ações de energia ficaram com ganhos, depois que a Rússia e Arábia Saudita concordaram em trabalhar em conjunto para estabilizar o mercado global de petróleo.

O Índice Stoxx Europe 600 subia 0,1% para 350,62 no fechamento em Londres.

Ao final da jornada, em Milão, o índice FTSE-MIB ficou em alta de 0,04% aos 17.190 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 ficou em alta 0,50% aos 8.953 pontos. Em Paris, o índice CAC-40 caiu 0,02% aos 4.541 pontos. Em Frankfurt, o índice DAX 30 caiu 0,11% aos 10.672 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 recuou 0,22% aos 6.879 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 subiu 0,35% aos 4.779 pontos.

O PMI de saída da Eurozona ficou em 52,9 no mês de agosto, abaixo dos 53,2 em julho e da estimativa provisória anterior de 53,3. A taxa de crescimento em novos fluxos de ordem também foi a mais fraca em pouco mais de um ano e meio. A produção industrial cresceu no ritmo mais lento desde maio, enquanto a expansão na atividade de negócios do setor de serviços foi a mais fraca desde o início de 2015.

Já o PMI da atividade de Serviços da Zona do Euro ficou em 52,8 para o mês de agosto ante os 52,9 de julho e mais fraco do que o flash da estimativa. A leitura mais recente, no entanto, apontou para um ritmo moderado e estável de crescimento do produto. Os dados são do Markit Economics e divulgados hoje.

Na Alemanha, o PMI para a Atividade de Serviços caiu para 51,7 em agosto de 54,4 de julho. Apesar de ainda sinalizando crescimento da produção, a taxa de expansão foi a mais fraca desde meados de 2013 e abaixo da média da série de longo prazo, 53,1.

Na Alemanha, durante agosto, com o PMI de Saída – que mede a produção combinada de setores de manufatura e serviços – caiu a partir de julho de 55,3 para a maior em queda em 15 meses, 53,3 em agosto.

O PMI, com ajuste sazonal, para a Atividade de Negócios da Espanha subiu para 56,0 em agosto, ante os 54,1 do mês anterior, indicando assim uma expansão mensal acentuada da atividade e um mês mais forte do que o registrado no mês anterior. A atividade de negócios tem aumentado continuamente desde novembro de 2013.

Na França, o índice da Atividade de Negócios – que se baseia em uma única questão ao pedir aos entrevistados para informar sobre a mudança real na atividade comercial em suas empresas, em comparação com um mês – subiu para 52,3 em agosto de 50,5 em julho.

O índice final de Saída Composite – que abrange os setores de manufatura e serviços combinados – postou 51,9 em agosto, ante 50,1 em julho. Esse foi o maior nível desde outubro de 2015, embora o indicativo vêm mostrando uma taxa moderada de expansão.

Em julho 2016 em comparação com junho de 2016, o volume ajustado sazonalmente do comércio varejista aumentou em 1,1% na Zona do Euro (EA19) e 1,0% na União Europeia (EU28), de acordo com estimativas do Eurostat, o escritório estatístico da União Europeia.

Em julho 2016 em comparação com julho de 2015, o índice de vendas no varej aumentou 2,9% na Zona do Euro e 3,5% na EU28.


Assuntos desta notícia