Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

As Bolsas de Valores da Ásia voltaram para o positivo nesta segunda-feira, com os investidores se recuperando do susto do Brexit na última sexta-feira, quando os britânicos decidiram pelo Sim, uma disputa acirrada e que movimentou o mundo.

Os posicionamentos de autoridades do Japão e da China contribuíram para ofuscar as perdas dos índices de referências. Os investidores estão olhando para a ações políticas dos bancos centrais para aliviar a turbulência do mercado e da bomba de liquidez nos mercados financeiros.

MetaTrader 300×250

O Índice MSCI Asia Pacific subiu 0,5%, para ficar aos 125,90 a partir das 16:27, em Hong Kong, apagando uma perda anterior de até 0,3%. O Topix, do Japão, ficou em 1,8%, recuperando a pior queda depois do rescaldo do terramoto de março de 2011.

O Shanghai Composite Index avançou depois que o Credit Suisse Group AG e Citigroup Inc. aconselharam os clientes a comprar ações chinesas, depois da forte onda de vendas da semana passada.

Ao final desta jornada, em Hong Kong, o principal indicador, o Hang Seng, ficou em queda de 0,16% aos 20.227 pontos; na China, o índice SSE Composite, da bolsa de Shanghai ficou em alta de 1,45% aos 2.895 pontos; na Índia, o índice BSE da bolsa de Bombai ficou em alta de 2,39% aos 26.402 pontos; e no Japão, o índice Nikkei da bolsa de Tóquio fechou alta de 0,42% aos 15.309 pontos.

Com o Brexit foram varridos dos mercados acionários globais mais de US$ 2,5 trilhões,o primeiro-ministro David Cameron renunciou e houve deserções em massa do gabinete, com a sombra do líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

O Secretário de Estado dos Estados Unidos, John Kerry, viajou para Bruxelas e depois vai para Londres nesta segunda-feira.

Já o primeiro-ministro da Escócia, Nicola Sturgeon, que votou para permanecer na UE, disse que há uma possibilidade de um segundo referendo sobre a independência do Reino Unido.

Na Ásia, não foram divulgados indicadores.


Assuntos desta notícia