Clicky

MetaTrader 728×90

MILÃO, 10 Nov (Reuters) – Os mercados acionários europeus
caminhavam para a pior semana em três meses nesta sexta-feira,
já que o enfraquecimento no crescimento dos resultados
corporativos provocou realização de lucros em um mercado que
continua perto das máximas de dois anos.
Às 8:22 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300
caía 0,28 por cento, a 1.531 pontos, enquanto o índice
pan-europeu STOXX 600 perdia 0,3 por cento, a 389
pontos.
O STOXX era pressionado pela fraqueza no setor industrial,
um dia depois de sofrer a maior queda diária desde o final de
junho.
O índice deve terminar a semana com perdas de 1,7 por cento,
maior queda semanal desde meados de agosto, mas ainda acumula
ganhos de 7,6 por cento no ano.
Os papéis da Leonardo apresentavam as maiores
perdas na sessão, em queda de 20 por cento, após a fabricante
italiana de produtos de defesa cortar suas previsões, enquanto a
gigante alemã de seguros Allianz subia 0,65 por cento
após resultado em linha com o esperado.
O gerente de fundos da Anthilia Giuseppe Sersale disse que
alguns investidores podem estar buscando travar lucros antes do
final do ano.
"Não há nada fundamentalmente catastrófico por trás da
aparente correção. O crescimento econômico está forte e os
resultados estão bons, embora não excepcionais", disse ele.
. Em LONDRES, o índice Financial Times recuava 0,31
por cento, a 7.460 pontos.
. Em FRANKFURT, o índice DAX caía 0,28 por cento, a
13.145 pontos.
. Em PARIS, o índice CAC-40 perdia 0,39 por cento, a
5.386 pontos.
. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib tinha desvalorização
de 0,22 por cento, a 22.592 pontos.
. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrava baixa de
0,33 por cento, a 10.107 pontos.
. Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizava-se 0,52
por cento, a 5.294 pontos.

(Por Danilo Masoni)
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7509))
REUTERS TF CMO

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia