Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

XANGAI, 29 Jan (Reuters) – Os principais índices acionários
da China recuaram nesta segunda-feira, com as ações de
blue-chips registrando o pior dia em mais de dois meses,
pressionados pela queda nas empresas de consumo e de saúde
diante da realização de lucros após fortes altas recentes.
O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em Xangai e Shenzhen, teve queda de 1,81 por cento,
maior recuo desde 23 de novembro, enquanto o índice de Xangai
perdeu 0,97 por cento.
O subíndice do setor financeiro caiu 1,49 por
cento, o de consumo recuou 4,22 por cento, o imobiliário perdeu
1,21 por cento e o de saúde teve queda de 2,94 por cento.
No restante da região a maioria dos mercados registrou
ganhos em meio a resultados corporativos positivos e forte
crescimento econômico global.
Às 7h13 (horário de Brasília) o índice MSCI ,
que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão,
tinha variação positiva de 0,01 por cento, caminhando para a 12ª
sessão de ganhos. Até agora no ano o índice acumula ganhos de 8
por cento.
. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,01 por cento,
a 23.629 pontos.
. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 0,56 por
cento, a 32.966 pontos.
. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,97 por cento, a
3.523 pontos.
. O índice CSI300 , que reúne as maiores companhias
listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 1,81 por cento, a
4.302 pontos.
. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,91
por cento, a 2.598 pontos.
. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,67
por cento, a 11.221 pontos.
. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se
0,28 por cento, a 3.577 pontos.
. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,42 por
cento, a 6.075 pontos.
((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5644 7729))
REUTERS CMO


Assuntos desta notícia