Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 728×90

A B3 informou nesta terça-feira que em reunião realizada ontem, a Assembleia Geral de Acionistas da Bolsa de Comercio de Santiago (BCS) nomeou como membro do seu Conselho de Administração, Roberto Belchior, Diretor de Desenvolvimento de Mercados para a América Latina de B3. “Agora temos a oportunidade de participar das decisões da BCS. Primeiramente vamos incentivar e apoiar a desmutualização. Podemos contribuir para esta questão, porque nós já passamos por esse processo e temos experiência do ponto de vista do órgão regulador e também de negócios”, afirmou Belchior, além disso informou que a B3 tem que trabalhar para identificar sinergias, oportunidades de negócios e troca de experiências entre os centros financeiros da região, promovendo o crescimento e desenvolvimento de mercados, produtos e serviços. Atualmente a B3 tem uma participação de ações equivalente a 10,4% num investimento total de CLP 10,3 bilhões (aproximadamente BRL 52 milhões) e é o maior acionista individual da Bolsa Chilena.

Projeto de desenvolvimento dos mercados latino-americanos

MetaTrader 300×250

A estratégia de internacionalização da B3 na América Latina visa promover a cooperação em direção ao crescimento dos mercados e das bolsas na região através da aquisição de participações minoritárias relevantes e do trabalho para o desenvolvimento de produtos e serviços. B3 tem por objetivo transformar a América Latina num grande centro de liquidez mundial (hub financeiro), atraindo investimentos de outras geografias e criando oportunidades de investimento aos investidores da própria região. A B3 segue avaliando oportunidades de investimento em empresas da região, cujas atividades sejam adjacentes ao seu negócio.

A cronologia dos investimentos da B3 na região é:

Bolsa de Comercio de Santiago de Chile – No primeiro semestre de 2015, a B3 realizou as primeiras aquisições de participação de ações na Bolsa de Comercio de Santiago (BCS), num total de 8,3% de participação nesse ano. Em julho de 2016, a Bolsa aumentou esta participação, totalizando 10,4% num investimento total de CLP 10,3 bilhões (aproximadamente BRL 52 milhões). A B3 é o maior acionista individual da Bolsa Chilena.

Bolsa de México – No segundo trimestre de 2016, a B3 adquiriu uma participação acionária equivalente a aproximadamente 4,1% na Bolsa Mexicana de Valores, S.A.B. de C.V., México, em um investimento de MXN 640 milhões (aproximadamente BRL 136 milhões), transformando-se no maior acionista individual da BMV, fora do Fideicomisso de Controle, que inclui bancos e corretoras.
Bolsa de Colombia – Em julho de 2016, a B3 adquiriu uma participação acionária equivalente a 9,9% da Bolsa de Valores de Colombia (BVC), em um investimento de COP 39,8 bilhões (aproximadamente BRL 44 milhões), transformando-se na segunda maior acionista individual da BVC. Em 28 de março de 2017, a Assembleia Geral de Acionistas da Bolsa de Valores de Colombia (BVC) nomeou Roberto Belchior como membro do seu Conselho de Administração.
Bolsa de Perú – Em janeiro de 2017, a B3 adquiriu uma participação de 8,59% na Bolsa de Valores de Lima (BVL), em um investimento de 50,7 milhões de Novos Soles Peruanos (aproximadamente R$ 49 milhões). Com este investimento, a B3 transformou-se na maior acionista individual da BVL. Além disso, em Reunião do Conselho realizada em 25 de janeiro, determinou-se nomear Roberto Belchior como membro do seu Conselho de Administração.


Assuntos desta notícia