Clicky

MetaTrader 728×90

Os mercados acionários da Europa fecharam o mês de abril com os melhores desempenhos desde dezembro de 2016. A economia deu sinais de robustez, o PIB cresceu em 1% e resultados corporativos no primeiro trimestre de 2017 estão superando as expectativas.

Até esta sexta-feira, cerca de um terço das empresas que apresentaram balanços e estão no índice pan-europeu, Stoxx 600 Index, revelaram dados positivos e com o lucro por ação saltando 24% na meta anual.

Chart Trading 300×250

O caminho foi certo no 1T17 para os mercados do Velho Continente desde o terceiro trimestre de 2010. O levantamento é dos estrategistas do JPMorgan, Emmanuel Cau e Mislav Matejka, e apresentados pela Bloomberg.

Nesta quinta-feira (27), o presidente do Banco Central Europeu (BCE) Mario Draghi demonstrou entusiasmo crescente sobre o estado da economia da Zona do Euro e deu mais segurança ao advertir que as pressões inflacionárias permanecem fracas e que o estímulo monetário seguirá até o final do ano.

Até o dia 26 de abril, os investidores injetaram US $ 2,4 bilhões em fundos de ações europeus, o maior desde dezembro de 2015, de acordo com uma nota do Bank of America Merrill Lynch citando dados do EPFR Global.

Mas apenas um obstáculo poderá mexer com o desempenho dos mercados da região nos próximos meses; o resultado da eleição na França, caso a vitória fique com a candidata de extrema -direita, Marine Le Pen. Le Pen, que mantém a política conservadora, mais ou menos ao estilo Donald Trump, promete tirar o país da União Europeia e substituir a moeda, o euro. Os analistas consideram um “risco” para todo o comércio da região.


Assuntos desta notícia