Clicky

Profitchart Pro 728×90

Os principais mercados acionários operam sem direção nesta sexta-feira, com as atenções dos investidores para a temporada de balanços, bem como para as questões políticas e indicadores. Os preços das commodities recuaram.

Por aqui, os indicadores apresentados hoje na prévia de inflação da pesquisa do IBGE revelaram que a deflação prossegue nas primeiras semanas de outubro.

Tesouro Direto Taxa Zero 300×250

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) ficou em 0,19% em outubro, a menor que a registrada em setembro (0,23%) e é a mais baixa para o mês de outubro desde de 2009 (0,18%).

O IPCA-15 acumula 6,11% no ano, bem abaixo dos 8,49% registrados no mesmo período de 2015. Em 12 meses, o acumulado chega a 8,27%, abaixo dos 8,78% dos 12 meses imediatamente anteriores.

Ainda no cenário doméstico, mais uma operação da Polícia Federal está movimentando Brasília, com polícia prendendo polícia.

A PF cumpre mandados judiciais no Senado Federal ligados a Operação Métis, que apura a atuação de agentes da Polícia Legislativa para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato e também de outros casos envolvendo políticos.

Do lado financeiro, a Bovespa opera em queda nesta sexta-feira. Há pouco, o Ibovespa estava em queda de 0,61% aos 63.448 pontos.*

Do lado cambial, a moeda seguia cotada aos R$3,160 para a compra e R$3,161 para a venda, alta de 0,71%.

ÁSIA

As Bolsas da Ásia fecharam sem direção nesta sexta-feira, com as empresas de saúde liderando as perdas com o terremoto no Oeste do Japão pesando nas ações da bolsa de Tóquio. Os mercados de Hong Kong foram fechados por conta do tufão Haima.

O Índice MSCI Asia Pacific caiu 0,3% para 139,70, em Hong Kong. O índice SSE Composite, bolsa de Xangai, ficou em alta de 0,21% aos 3.090 pontos. Na Coreia do Sul, o Kospi ficou em queda a de 0,37% a 2.033 pontos. Na Índia, o índice BSE da bolsa de Bombai ficou em queda de 0,19% aos 28.077 pontos. Em Tóquio, o Nikkei 225 ficou em queda de 0,30% aos 17.184 pontos. O índice Topix , Japão, caiu 0,4%.

No Japão, o tremor que atingiu a Prefeitura de Tottori, interrompeu a energia elétrica e parou trens-bala.

Em Hong Kong, as negociações foram canceladas com tufão atacando o centro financeiro.
As escolas foram fechadas e os voos suspensos.

As empresas de Microsoft Corp. a Keppel Corp. em Singapura estão atualizando acionistas sobre a evolução do lucro.

As probabilidades de que o Federal Reserve irá aumentar as taxas de juros em dezembro subiram cerca de dois pontos percentuais em relação a semana passada,68%, segundo pesquisas.

EUROPA

As bolsas europeias operam sem direção nesta sexta-feira, com os balanços financeiros da região, alguns melhores do que o estimado. A apresentação do presidente do Banco Central Europeu (BCE) também ficou no radar.

As ações da SAP AG subiram 2,8%, depois de elevar seus ganhos e projeções de vendas. As ações da British American Tobacco Plc subiram 2,9%, As ações da Reynolds American Inc., e Burberry Group Plc saltaram 4,3%.

As da Ericsson AB deslizaram 4,1%, depois de postar perda nos resultados. As ações da Daimler AG caíram 2,2%, depois sinalizar queda na previsão de receita.

Perto do fechamento, em Londres, o índice Stoxx Europe 600 subia 1% aos 344,29 pontos. Em Milão, o índice FTSE-MIB caía 0,08% aos 17.127 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 recuava 0,03% aos 9.063 pontos.Em Frankfurt, o índice DAX 30 caía 0,04% aos 10.697 pontos. Em Londres, o índice FTSE-100 subia 0,28% aos 7.045 pontos. E, em Lisboa, o índice PSI-20 caía 0,45% aos 4.715 pontos.

Os comentários do presidente do Banco Central Europeu (BCE) Mario Draghi aliviaram as preocupações dos investidores e a flexibilização quantitativa deve seguir.

ESTADOS UNIDOS

Os futuros em Wall Street operam recuados nesta sexta-feira. Os mercados deverão operar com cautela para a temporada de balanços corporativos e também com a reta final da campanha presidencial.

Há pouco, Dow Jones recuava 0,35% aos 18.044 pontos; o futuros S&P recuava 0,33% aos 2.130 pontos; e Nasdaq perdia 0,12% aos 4.387 pontos.

A agenda norte-americana está vazia.

Commodities

O barril de petróleo Brent para entrega em dezembro abriu nesta sexta-feira no mercado de futuros de Londres cota do a US$ 51,18, baixa de 0,39% em relação ao fechamento de ontem.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao fechou em queda de 0,22% aos US$58,72 a tonelada seca.

*Informações completas no BOLETIM DE FECHAMENTO


Assuntos desta notícia