Clicky

Tesouro Direto Taxa Zero 970×250

(Texto atualizado com mais informações)
Por Maria Carolina Marcello
BRASÍLIA, 5 Dez (Reuters) – A bancada do PMDB na Câmara dos
Deputados decidiu pelo fechamento de questão a favor da reforma
da Previdência e deve pedir à Executiva Nacional do partido que
formalize a decisão, disse à Reuters uma fonte da legenda nesta
terça-feira.
Segundo a fonte, que pediu para não ser identificada, o
anúncio deve ser feito pelo líder da bancada, Baleia Rossi (SP),
já que mais da metade dos deputados do partido defende a
posição.
Para ser oficializado, o fechamento de questão precisa ser
homologado pela Executiva Nacional do partido. O presidente do
PMDB, senador Romero Jucá (RR), está fora do país e deve chegar
a Brasília na manhã de quarta-feira. Ainda não há previsão de
quando ocorrerá a reunião da direção da sigla.
O fechamento de questão obriga os integrantes da bancada a
votar de acordo com a orientação do partido, sob o risco de
penalidades, como a expulsão da sigla.
A reforma da Previdência enfrenta resistência mesmo entre
parlamentares da base, mas o governo ainda trabalha no
convencimento de aliados.
Outro aliado que discute o fechamento de questão é o PP. Em
nota nesta terça-feira, o presidente da sigla, senador Ciro
Nogueira (PI), disse que defenderá o fechamento de questão a
favor da reforma da Previdência assim que a matéria for pautada
pela Câmara dos Deputados. Uma fonte do partido na Câmara
avalia, no entanto, que um fechamento de questão iria contra o
posicionamento adotado até então pelo líder da bancada, Arthur
Lira (AL).
Já o PSDB, partido que se prepara para desembarcar do
governo no próximo sábado, deve discutir na quarta-feira sua
posição sobre a reforma da Previdência.
A decisão será tomada com base na opinião da maioria
absoluta dos presentes em reunião das bancadas da Câmara e do
Senado com a Executiva Nacional do partido. A reformulação do
sistema previdenciário em si conta com a simpatia da maioria dos
tucanos, mas eles têm defendido que só poderão tomar uma posição
quando conhecerem o texto a ser votado.

(Edição de Alexandre Caverni)
(([email protected]; 55 11 5644 7759; Reuters
Messaging: [email protected]))

MetaTrader 300×250

Assuntos desta notícia

Join the Conversation